Gal Costa

Organização: Leonardo Lichote, Marcus Preto e Omar Salomão
R$ 145,00
1

Produto indisponível

Gal Costa é mais que um livro de fotografias. O mais novo lançamento da BEĨ compõe um quadro da trajetória intensa e prolífica de uma artista que nasceu com a Tropicália mas não para de se reinventar.

Um quadro incompleto, certamente, mas que inteira o leitor de 2022 da contribuição de Gal Costa para a música brasileira. Um legado vivo, do qual se apropriam artistas de toda uma nova geração de cantores e compositores que inclusive trabalharam com a cantora em seus últimos discos, e que não deixa de ser explorado no livro.

Organizado por Leonardo Lichote, Marcus Preto e Omar Salomão, o volume conta com depoimentos e entrevistas da cantora – uma delas ao lado de Maria Bethânia –, contribuições de nomes como Caetano Veloso e Zé Simão, além de textos assinados por importantes estudiosos da cultura brasileira – entre eles Antonio Risério, Júlio Diniz, Pedro Duarte e Renato Vieira.

Textos e fotos tratam da influência de João Gilberto, do período com os Doces Bárbaros, da parceria artística com Waly Salomão, de histórias deliciosas como a da gravação de “Um dia de domingo” com Tim Maia, e da consagração de Gal como uma das matriarcas da MPB.

“Quantas artistas há em Gal Costa? Quantas vozes já passaram por sua garganta e quantas ainda estão por atravessá-la nos próximos anos e depois?”, é o que pergunta Preto na introdução ao volume. Essa constante metamorfose dá forma a Gal Gosta, um mosaico visual e intelectual da obra da cantora, em si múltiplo e diverso como ela.

SOBRE OS ORGANIZADORES

Omar Salomão é artista, poeta, designer e cenógrafo. Mestre em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC–Rio e doutorando em Romance Languages and Literatures com secondary field em Critical Media Practice pela Harvard University, é autor de Pequenos reparos (2017) e Flutua sobre as ruínas, flutua (2021). Recentemente, realizou a cenografia e design de apresentações e discos de Gal Costa, para quem também escreveu a canção “Palavras no corpo” (2018).

Marcus Preto é jornalista, produtor musical e diretor de arte. Passou pelas redações da revista MTV, da Rolling Stone e Folha de S.Paulo, foi diretor musical dos filmes Música para morrer de amor (2020) e Meu álbum de amores (2021) e é curador do festival Coala. No final de 2013, começou a atuar como diretor artístico de Gal Costa, função que desempenha até hoje, tendo recebido o Troféu APCA por Estratosférica (2015).

Leonardo Lichote é repórter e crítico musical há mais de 20 anos. Trabalhou para O Globo, El País, Folha de S.Paulo, piauí e Traços e é um dos editores da coleção Cadernos de música e da revista eletrônica Resenhas miúdas. Contribuiu para o livro de memórias de Erasmo Carlos, Minha fama de mau (2009), é autor dos textos críticos que acompanham o box De todas as maneiras (2012), de Chico Buarque, e editou o volume Só por hoje e para sempre (2015), com diários de Renato Russo. Produz e apresenta a série Cria, no Manouche, de encontros com compositores e integra o júri do Prêmio da Música Brasileira e o superjúri do Prêmio Multishow.

Ficha Técnica

Autor

Organização: Leonardo Lichote, Marcus Preto e Omar Salomão

Idioma

Português

Número de Páginas

264

Ano de Publicação

2022

Formato

23,8 x 23,8 cm

ISBN

978-65-86205-25-1

Tiragem

2.000 exemplares

Peso

900

Imagens

Acabamento

Capa dura

Projeto Gráfico

Omar Salomão

Textos

Gal Costa, Antonio Risério, Leonardo Lichote, Júlio Diniz, Marcus Preto, Omar Salomão, Pedro Duarte, Renato Vieira.

Quem comprou este item também comprou

Descobrindo o Brasil

Julita Scarano

R$ 16,00

Claudia Moreira Salles: designer

Adélia Borges

R$ 86,00

Guia Ouro Preto e arredores

Equipe BEI

R$ 18,00

Não perca nenhum lançamento

Inscreva-se na nossa newsletter e saiba das últimas novidades e promoções especiais.