Bem Vindo(a)!

Coleções de artistas

Nessia Leonzini

Disponível: Em estoque

R$90,00

Descrição Rápida

Coleções de artistas traz um registro fotográfico das coleções pessoais de 18 artistas plásticos brasileiros. Um olhar surpreendente sobre o processo criativo de alguns dos mais importantes nomes da arte contemporânea brasileira: Adriana Varejão, Anna Bella Geiger, Antonio Dias, Antonio Manuel, Barrão, Daniel Senise, Iran do Espírito Santo, Jarbas Lopes, Jeanete Musatti, Marcius Galan, Marcos Chaves, Marepe, Miguel Rio Branco, Paulo Bruscky, Rivane Neuenschwander, Rochelle Costi, Rosângela Rennó e Waltercio Caldas.

Coleções de artistas

Duplo clique para aumentar imagem

Reduzir
Aumentar

Mais Imagens

Detalhes

Coleções de Artistas é o novo livro jornalista e curadora de arte Nessia Leonzini. A obra apresenta as coleções pessoais de alguns dos principais artistas plásticos brasileiros contemporâneos, acompanhadas por textos escritos pelos próprios artistas.

Integram a lista Adriana Varejão, Anna Bella Geiger, Antonio Dias, Antonio Manuel, Barrão, Daniel Senise, Iran do Espírito Santo, Jarbas Lopes, Jeanete Musatti, Marcius Galan, Marcos Chaves, Marepe, Miguel Rio Branco, Paulo Bruscky, Rivane Neuenschwander, Rochelle Costi, Rosângela Rennó e Waltercio Caldas.

“A ideia surgiu em 2012, quando vi uma mostra de desenhos do Dan Flavin.O foco da exposição eram os desenhos preparatórios para as esculturas em tubos de luz fluorescente pelas quais Flavin é conhecido, mas ela também incluía sua coleção pessoal de paisagens americanas da Hudson River School, no século XIX. Depois da minha segunda visita, entendi por que Flavin, um ícone do minimalismo, amava tanto essas cenas do passado: o que o atraía era a forma como elas representam a luz. A coleção pessoal do artista oferecia uma entrada única em sua linguagem”, afirma Nessia.

A partir deste olhar, Nessia captou algumas curiosidades. Para muitos artistas a relação entre coleção e trabalho é direta – como para Paulo Bruscky, que recolhe coisas comuns que depois usa em esculturas ou colagens; para outros, a conexão é antagônica, como no caso da artista conceitual Anna Bella Geiger, que tem uma extensa coleção de garrafas de vidro azuis de formas variadas, que vão de um cisne a um rebuscado frasco de perfume, em oposição à rigidez de sua filosofia de trabalho.

Outro ponto é a reciprocidade entre os artistas: alguns deles têm entre suas coleções obras de outros artistas, como Adriana Varejão, Antonio Dias, Antonio Manuel, Daniel Senise, Iran do Espírito Santo, Marcos Chaves e Rivane Neuenschwander, muitos trocam objetos e se presenteiam.

“Esse aspecto de reciprocidade teve grande importância para mim. As transações são motivadas por afeto, gosto e paixão, não pelo valor monetário. Considero essa cumplicidade muito refrescante, um momento zen num mercado impulsionado pelo dinheiro. A prática da troca experimentou um declínio na civilização ocidental, em que a moeda permeia quase tudo. A troca entre artistas preserva não apenas tradições, mas também o valor imparcial e elementar que é inerente aos trabalhos”, completa Nessia.

Sobre Nessia Leonzini

Jornalista e profissional das artes plásticas, Nessia Leonzini vive em Manhattan. Assina a organização e curadoria de inúmeras exposições nos maiores museus do Brasil e em instituições e galerias de arte em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Nova York. Já estiveram sob sua curadoria exposições de obras de Andy Warhol, Bruce Nauman, Hiroshi Sugimoto, Nan Goldin, Sergio Rodrigues, Roy Lichtenstein e Vik Muniz.

Informação Adicional

Autor Nessia Leonzini
Número de Páginas 298p
Formato 22,6 x 26,4 cm
Idioma Português | Inglês
Ano de Publicação 2017
ISBN 978-85-7850-148-8

Compartilhe este produto