BEĨ Editora

Bem Vindo(a)!

Blog

BEĨ EDUCAÇÃO

13/05/2019

BEIEducacao

 

Fundada em 1990, a BEĨ Editora conta, em seu catálogo, com livros de arte, arquitetura, design, fotografia e gastronomia, destacando-se pela originalidade de suas publicações e pela excelência de seus projetos gráficos. Essa experiência garante-lhe uma sólida expertise na edição de obras de qualidade e a chancelam como uma empresa única no mercado editorial brasileiro.

Paralelamente à atividade editorial, a BEĨ organiza as plataformas Arq.Futuro, que tem como objetivo contribuir com a melhoria da qualidade de vida das cidades do Brasil por meio da articulação de diversos especialistas em arquitetura e urbanismo, e Por Quê? –
Economês em bom português, que procura explicar conceitos básicos de economia e educação financeira para o público não especializado.

Recentemente, a BEĨ deu um novo passo com a criação da BEĨ Educação, desenvolvendo projetos educacionais dirigidos a estudantes dos ensinos Fundamental e Médio:

– Aprendendo a lidar com o dinheiro, uma introdução à educação financeira,

– Aprendendo a viver na cidade, que apresenta temas essenciais do urbanismo contemporâneo, e

Bancos indígenas do Brasil, sobre a importância da arte e da cultura indígena no país.

APRENDENDO A LIDAR COM DINHEIRO

Como a educação financeira pode contribuir para vencer o preconceito e a resistência do jovem à matemática?

capa_aprendendo_lidar_dinheiro

Aprendendo a lidar com dinheiro possibilita ao educador trabalhar, nas aulas de matemática, conceitos como dinheiro e orçamento a partir de uma abordagem socioemocional, estimulando nos alunos a autonomia, o protagonismo e o empreendedorismo.

Durante o curso, os alunos serão desafiados a aplicar o conhecimento adquirido em um projeto interdisciplinar, desenvolvido por meio de atividades coletivas; dessa forma, pretende-se oferecer aos jovens instrumentos que os ajudem a fazer escolhas conscientes e racionais durante a sua jornada pessoal e profissional.

O material adota a metodologia de ensino orientada para projetos e é composto de:

Livro do Aluno

– 44 aulas;

– 9 músicas criadas pelo rapper MMoneis.

Conteúdos de matemática do 9º ano do Ensino Fundamental aplicados à educação financeira de acordo com a BNCC.

Caderno dos Professores

– Orientações para os educadores sobre o uso do Livro do Aluno;

– diretrizes para o desenvolvimento do projeto;

– ferramentas de planejamento;

– aplicação e avaliação de conteúdos de matemática financeira;

– metodologia Teoria na Prática;

– passo a passo do plano pedagógico.

O autor Paulo Costa, economista e doutorando pela Universidade Harvard, apresenta os conteúdos de matemática de forma prática por meio de uma linguagem de fácil compreensão. Atualmente trabalha em um segundo livro sobre empreendedorismo para o Ensino Médio.

APRENDENDO A VIVER NA CIDADE

Os jovens brasileiros estão sendo formados para assumir o protagonismo e intervir na cidade em que vivem?

capa_viver_cidade_grande

Aprendendo a viver na cidade baseia-se em uma abordagem e uma linguagem inovadoras para apresentar aos estudantes diversas experiências da vida urbana e discutir as várias formas de participação cidadã em um mundo cada vez mais urbanizado.

Destinado a alunos dos ensinos Fundamental ii e Médio, o material é um guia para o exercício da cidadania. As atividades levam o jovem a assumir responsabilidades e dá ferramentas para que ele crie, coletivamente, alternativas transformadoras para o ambiente em que vive.

O material adota a metodologia de ensino orientada para projetos e é composto de:

Livro do Aluno

– 40 aulas;

– 21 animações sobre temas urbanos;

– 11 músicas criadas pelo rapper MMoneis;

– 14 playlists da série CitiesX, desenvolvidos pela Universidade Harvard;

– sugestões de leitura e de filmes;

– raps e vídeos da série Cidade Cidadão.

Caderno dos Professores

– Orientações para os educadores sobre o uso do Livro do Aluno;

– diretrizes para o desenvolvimento do projeto;

– metodologia Teoria na Prática.

Recém-lançado pelo Arq.Futuro e elaborado em parceria com os arquitetos Vinicius Andrade e Beatriz Vanzolini, o curso é voltado a escolas que procuram estimular no aluno o pensamento crítico a respeito de temas do seu cotidiano e que pretendem formar jovens aptos a enfrentar os desafios das cidades do século xxi.

ARTE INDÍGENA NAS ESCOLAS

Como o contato com uma das mais importantes manifestações de artistas indígenas brasileiros pode nos ajudar a entender melhor a construção do nosso país?

Ficha

Os índios estão entre nós. Ou somos nós. Recentemente, pesquisas apontaram a presença de DNA indígena em

grande parte da população brasileira de pele branca; os povos originários das terras brasileiras legaram ao país palavras, hábitos, padrões estéticos e de comportamento. Apesar de sua imensa importância na formação brasileira, entretanto, pouco se fala, pouco se pensa e pouco se sabe sobre a cultura indígena do país.

O projeto Bancos Indígenas do Brasil foi idealizado e estruturado pela  BEĨ  Educação com o objetivo de oferecer aos estudantes aprofundamento sobre a cultura indígena por meio do contato com a estética, o design, a forma e o significado de uma das mais importantes manifestações da arte indígena: os bancos.

Durante as aulas, os estudantes poderão refletir sobre a simbologia e o universo cultural das etnias que criam essas peças, conhecendo as técnicas usadas pelos indígenas na construção de seus próprios bancos.

O material é composto de:

– Kit com 10 bancos de madeira originais de diferentes etnias indígenas;

vídeos com depoimento do artista da etnia Mehinaku;

– vídeo de 12 minutos sobre a produção dos bancos em aldeia indígena Kaopana do Alto Xingu;

– fichas de desenho, texto e recorte para trabalho nas oficinas de arte;

– fichas de apoio/planejamento para professores;

– material de trabalho para oficinas (lápis, caneta para colorir, borracha, tesoura, apontador);

– banner com mapa do Brasil localizando as aldeias indígenas que produzem os bancos reproduzidos no projeto.

CONHEÇAS AS NOSSAS PLATAFORMAS:

 Arq.Futuro_M100Y100_cmyk_BIG

logoPQ

logo_colecao_bei